Letra del año 2018 - Brasil

Correo electrónico Imprimir PDF

COMISSÃO ORGANIZADORA DE IFÁ

DIVULGAÇÃO OFICIAL DA LETRA DO ANO 2018

Rio de Janeiro, 01 de janeiro de 2018

BABALAWOS PRESENTES
01 Marcus Vinicius (Oba) OSA KULEYA
02 Rafaelito IRETE UNTELU
03 Carlos Esteves IKA YEKU
04 Nilson Churenga OGUNDA LENI
05 Luiz OGUNDA KUANEYE
06 Danniel OGUNDA DIO
07 Alex OSA KA
08 Monteiro OGUNDA KOLOSO
09 Jander OTRUPON GUEDE
10 Evandro OGUNDA BIODE
11 Egídio OYEKUN BIKA LOMI
12 Célio Jr. IWORI GBOGBE
13 Robson OGUNDA KETÉ
14 Junior OFUN TEMPOLA
15 Adalto OSHE NILOGBE
16 Adrezinho ERDIBRE
17 André OTURA BARA
18 Diego OGBE ATE
19 Agustín OSALOFOBEYO
20 Rosanno OSALOFOBEYO
21 Fábio BABA EYIOGBE
22 Bruno IWORI KOSO (Awo keke)

ODÚ REGENTE
OTURA IROSO
OTURA ROSO MUN
ÒTÚRÁ ÌROSÙN
ÒTÚRÁ'ROSÙ
ÒTÚRÁ AMOSUN
ÒTÚRÁ OLUPO
ÒTÚRÁ SOKIN

ODÚ LOKUTA LEKE
(1º TESTEMUNHO)
OBARA KOSO
ÒBÀRÀ ÌROSÙN
ÒBÀRÀ'ROSÙ
ÒBÀRÀ LASÙN

ODÚ TOMALA BELANSHE
(2º TESTEMUNHO)
OGBE FUN
OGBE FUN FUNLÓ
OGBÈ ÒFÚN
OGBÈ'FÚN
OGBÈ FOHÚN-FOLOHÚN

PROFECIA DE IFÁ
Osogbo Ofo ni Buyoko intori Otonowa
(Perda da tranqüilidade e estabilidade devido as circunstâncias da vida).

ORIXÁ DEFENSOR
Obatala Onire.

OFERENDA A SEREM FEITAS
ONISHE ADIMU:
Agbado funfun, ishu meyo, asia funfun, opolopo efun ati kaure (canjica branca com 8 bolas de inhame, uma bandeira branca pequena no centro e bastaste efun por cima de toda a comida junto com 2 metades de coco, colocando dentro do coco ori,efun,mel, um pouco de cachaça, anis ou vinho branco).

ONISHE LERI:
Obori Eleda ni obi omi tutu lese Obatala (fazer um bori com coco ralado temperado com eku eya agbado, efun, ori, mel, cobrir a cabeça com algodão e um pano branco). Deve se feito no mesmo dia que se coloca a oferenda da canjica e demais ingredientes. Obs: a pessoa deve dormir esta noite aos pés de Obatala. No dia seguinte, pela manhã, recolhe-se tudo e despacha em um rio limpo.

ONISHE ARA:
Sarayeyeo ni eyele okan lese Obatala (Limpar-se com um pombo aos pés de Obatala e soltá-lo vivo)

EBÓ A SER FEITO
EBO: aikordie, eyele meji funfun, owo merin

ORIXÁ REGENTE
● OBATALÁ - OXALÁ
Orisha da brancura, da misericórdia, da inteligência, dono de todas as cabeças. Independente do Orisha da pessoa, sempre se respeita a Ori e Obatalá. O pai que acalenta. O grande Orisha (Orishanla). Ayaguna é o criador das guerras. Esse é o lado guerreiro de Obatalá.
cor: branco
Número: 8
Dia da semana: sexta-feira

ORIXÁ QUE ACOMPANHA
● OYA - YANSÃ
Orisha dona dos ventos, dos raios, das tempestades, dos ciclones e dos furacões. É a mãe dos nove filhos (Ya = mãe; mesan = nove), cujos filhos são nove espíritos (Egun) que moram com ela.
Cor: marrom (terra cota), 9 cores diferentes (em homenagem aos seus filhos)
Número: 9
Dia da semana: quarta-feira

BANDEIRA DO ANO
● BRANCA COM BORDAS MARROM.

REZA DO ODÚ DO ANO EM YORUBÁ
REZA: Otura roso mun mariwo opelebo tuyagba adifafun oniti pisiato oyu isheri owunko, akuko lebo teteregun ofi oto diona osun adifafun barabaniregun.

CANTO DO ODÚ DO ANO EM YORUBÁ
SUYERE:
Biwo oshe buruku olorun eya ri wen.
(O olho de Deus, detém o mal que se faz)

CAMINHOS QUE NASCEM NO ODÚ
● Os arens mulçumanos
● A poligamia
● O prato de Osun
● O refrão: "Faça o bem sem olhar a quem"
● O porque os awos consultam ifa todos os dias
● O leite do nangareo
● Que não se faz sacrifício aos orishas, se colocam adimu
● Que se há distintos credos religiosos

REFRÕES QUE NASCEM NO ODÚ
● Somente Deus é justo.
● Os olhos de Deus detém o mal que lhe fazem.
● Faça o bem e não olhe a quem.
● É uma ignorância imitar o rato, que desafia o gato.
● Aquele que está de pé, todos o rodeiam. Aquele que está no chão, ninguém se importa.

CONSELHOS E CAMINHOS DO ODÚ
● GERAL - "Faça o bem sem olhar a quem". Ifá nos orienta que neste ano devemos ser mais humanistas, altruístas, preocuparmos com a necessidade do próximo, ajudarmos a quem precisa sem esperarmos agradecimento de ninguém, somente de Deus, dos Orishas, dos Eguns e de nossa própria consciência. Devemos ser honestos com nós mesmos e não esperarmos nada em troca. A utilização da cor rosa não é recomendado por Ifá, e é de extrema importância que se tenha cuidado com acidentes domésticos, automobilísticos, e de um modo geral. O respeito mútuo com seu semelhante é recomendado por Ifá. Respeitar para ser respeitado.

● CASA - Ifá diz que neste signo devemos preservar a integridade do matrimônio. A poligamia, seja ela pelo lado do homem ou da mulher será um problema muito grave para a tranqüilidade da família, podendo ocasionar separações dos cônjuges e o desmanche de suas famílias.

● FAMÍLIA - "Os olhos de Deus detém o mal que lhe fazem". Essa será a recompensa daqueles que conseguirem manter sua consciência em paz. Daqueles que, apesar de tudo, mantiverem seu caráter, seus conceitos, sua ética, sua dignidade, seu valor enquanto ser humano e promover as mudanças necessárias no seu interior, no ser humano de hoje, começando por nossas próprias casas com nossos filhos e nossos parentes mais próximos, com o objetivo de transformarmos o mundo em que vivemos através das pequenas coisas do dia a dia como a obediência e respeito ao outro ser humano.

● RELIGIÃO - Neste ano, devemos ter muito cuidado em fazer sacrifício de animais. Neste odu é proibido o sacrifício de animais para os Orishas. Os sacrifícios só devem ser feitos com a autorização dos Orishas e de Ifá. Porém sempre devem ser feitos em situações mais graves como doenças, casos de vida ou morte e nas iniciações de Ifá e Orisha.
o Este ano muitas pessoas de outras religiões irão procurar o culto dos Orishas e Ifá em busca de tranqüilidade para suas vidas, em busca de respostas para suas perguntas sobre suas vidas. Os sacerdotes de nossa religião devem estar preparados para recebê-las, pois, a questão do sacrifício de animais sempre foi um tabu diante da sociedade. Devemos procurar explicar com argumentos verdadeiros o que significa esta cerimônia.

o A evolução do espírito é uma prática individual de cada um, a busca da paciência, fé, e benfeitorias, trará um olhar especial de Deus com esse ser humano.

o O fato de desejar coisas boas vindas do coração ao seu semelhante, também é uma forma de bondade com os nossos irmãos.

o Oduduwa salva nesse odu.

o Todos devem ter em suas casas um saquinho de pano com grãos variados (feijões, milho, grão de bico) pendurado atrás da porta da casa.

● SAÚDE - No ano de 2018, devemos ter muito cuidado com nossa saúde, sobretudo com doenças nas pernas, doenças do sangue causadas por insetos, problemas nas vias respiratórias, asma, bronquite, pneumonia, descontrole do sistema nervoso, alergia respiratória por poeira e pólen das flores.
o É de muita importância que as mulheres no período de gestação tenham um acompanhamento regular com os médicos e com o Santo pois Ifá nos alerta sobre a mortandade de crianças e de suas respectivas mães no momento do parto.
▪ Atenção quanto a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis. Como se cuidar, assim viverá.

● POLÍTICA - Com relação aos nossos governantes, não haverá mudanças significativas. A tendência é que os problemas administrativos de nosso país continuem pelos mesmos caminhos, onde o cidadão não será considerado pelos seus representantes no governo novamente. Este é um ano de eleições. Devemos ficar atentos a isso.
o Econômicamente falando, nossa moeda poderá sofrer uma desvalorização ainda maior.

● Este será um ano de muita chuva. Pessoas que moram em áreas de risco de enchentes e deslizamento de terra devem ter muita atenção, pois poderão ter suas casas soterradas com catástrofes provocadas pelo excesso de chuva esse ano.

HISTÓRIAS, PATAKINS OU ITANS
O homem protegido por OLOFIN.
Havia um povo que todos os seus habitantes se dedicavam a trabalhar no campo. Dentre eles havia um homem que vivia colocando chifre nos outros, querendo sempre pegar a mulher de todos. Nesse povo também vivia o Diabo (ALOSI). Um dia, aquele homem esteve com a mulher do Diabo, e esse, quando ficou sabendo, disse: "a este, vou matá-lo com meu chifre". E com muito cuidado o atacou mas não o feriu porque este homem estava protegido por OLOFIN.
O Diabo então, ao ver-se impotente, foi em busca de ARUN (Enfermidade) e lhe disse: "Eu preciso que você me faça um favor. Enferme a fulano". ARUN lhe respondeu:" Não tenha dúvidas porque isso já está feito". E foi em busca do homem mas não pôde fazer nada.
ARUN vendo que ia ficar mal com o Diabo foi a ver OLOFIN e lhe disse: "Como é que eu não posso adoentar fulano se ele está prejudicando?" Ao que OLOFIN lhe respondeu: "Porque ele está protegido por mim, e já está feito. Minha palavra é lei."
ARUN, então, foi até onde estava o Diabo e lhe disse: "Eu não posso fazer nada porque está protegido por OLOFIN. Ao que o Diabo respondeu:" Por algo, nem você nem eu podemos com ele mas vou a chifrar do mesmo jeito que ele faz.

A Coruja e o Galo (A vergonha).
Um dia, a coruja foi a um baile, muito vistosa e muito bonita. Dançava com todos os que ali se encontravam. Mas o galo ao vê-la, se apaixonou por ela convidando-a para dançar. Ela aceitou e assim passaram toda a noite.
Quando ia amanhecer, o galo estava alegre porque havia bebido. Foi tirá-la para dançar de novo. A coruja deu uma volta em falso e o galo caiu sendo a piada do salão. O galo, entristecido, foi onde estava ORUNMILÁ que lhe recomendou que não usasse a violência e que voltasse a convidá-la para dançar mas que não a deixasse sair da festa até o amanhecer.
Quando chegaram às 6 da manhã, o galo cantou para que todos na festa soubessem o que ia acontecer com a coruja. Ela tentou fazer o que fez da primeira vez, girar em falso, mas o galo não caiu.
Quando saíram os primeiros raios do sol, a coruja gritava e chorava porque não podia ver devido a claridade dos raios solares. Estava cega e o público ria dela.

NOTA: Aqui não se deve fazer passar vergonha nem humilhação a ninguém, porque não se sabe se um dia será você quem passe por essa situação.

 

Acceso



Encuesta

Mi tradición religiosa es...
 

En línea

Tenemos 140 invitados conectado